• 06 Out 2018
  • Antonio

Mário Fernando Lins tomou posse no cargo de presidente do Cremepe


O médico pernambucano Mário Fernando Lins tomou posse no cargo de presidente do Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), em cerimônia realizada na casa de recepções Rose Beltrão, no bairro de Apipucos, nesta quinta-feira, 4 de outubro. Iniciou seu discurso destacando a honra de presidir a autarquia. “Ser o timoneiro de uma instituição que prima pela defesa intransigente dos ditames da ética médica, pelo seu prestigio e bom conceito, nesse momento de crise – diante de uma sociedade cada vez mais exigente e impaciente – é uma tarefa hercúlea a ser enfrentada” – ressaltou Mário Lins.

O novo presidente do Cremepe disse que sua gestão dará continuidade às prioridades da Saúde de Pernambuco. “Sempre que nos for demandado, iremos cobrar dos governantes, independentemente de filiação político-partidária, condições dignas de trabalho, segurança, medicamentos, procedimentos, todos os insumos e o que for necessário para a execução da boa prática médica”.

Ainda no discurso repudiou veementemente a maneira como a medicina vem sendo tratada no país, a má gestão e o financiamento inadequado do Sistema Único de Saúde que é o maior programa de inclusão social do planeta, defendeu a aprovação de uma Carreira de Estado para o médico brasileiro, “a PEC 454/2009 em tramitação no Congresso Nacional é instrumento essencial para a fixação do profissional médico em boa parte dos 5.570 municípios do Brasil”. Nomeou os 42 conselheiros, homenageou seus familiares e finalizou com preces à São Lucas e “o Juramento de Hipócrates permaneça – para sempre – como nosso precioso dogma; na eterna peleja da vida contra a morte”, concluiu.

Currículo – Graduado em Medicina pela Faculdade Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 1975, Mário Fernando Lins é cardiologista e médico do trabalho com atuação nos principais serviços do Estado. Entre eles: Hospital Barão de Lucena, Hospital do Coração (Prontocor), Hospital Esperança e Hospital Agamenon Magalhães.  Foi tesoureiro do Cremepe, presidente do Sindicato dos Médicos de Pernambuco, secretário geral da Federação Nacional dos Médicos e Coordenador da Comissão Nacional dos Honorários Médicos (CBHPM). Neste último período teve atuação destacada nas negociações da Comissão Estadual de Honorários Médicos de Pernambuco.

Sucessão – Mário Lins assume o cargo ocupado nos últimos dois anos e meio por André Dubeux, que continuará no Conselho como 2º secretário. Na oportunidade, André Dubeux fez um discurso de saudação ao novo presidente, falou da continuidade da gestão, da honra de ter sido presidente da casa da ética, do zelo profissional, guardiões intransigentes da boa medicina. Em 28 anos de formado, foi a maior láurea que obteve.

“Quando assumimos, estávamos passando por um momento muito difícil da medicina, vínculos precários, condições de trabalho muito ruins e nós médicos temos um papel social muito importante neste país. A medicina evoluiu muito, todavia, ainda temos doenças negligenciadas sendo um problema grave da saúde pública, o SUS foi a maior conquista social desse país, mas fazer que ele funcione com recursos finitos torna uma tarefa difícil, por fim, deixo a mensagem de que nós, a classe médica, precisamos deixar de ser coadjuvantes para ser protagonistas, precisamos participar ativamente da elaboração de leis, não podemos mais ficar sempre a reboque de outras pessoas, digo com muita tranquilidade porque nós médicos precisamos ser inseridos neste contexto porque temos uma importância social muito grande”, destacou Dubeux.

Compuseram a mesa da posse durante a cerimônia os médicos Dalvélio Madruga, representando o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Carlos Vital, o secretário de Saúde de Pernambuco, Iran Costa, representando o governador Paulo Câmara, o secretário de Saúde do Recife, Jaílson Correia, representando o prefeito Geraldo Julio, os presidentes do Simepe, Tadeu Calheiros, e da AMPE, Helena Carneiro Leão e a advogada Ana Luiza Mousinho representando o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Ronnie Preus Duarte.

Fonte: Cremepe